A história por trás do Pix no Brasil

Com certeza você já conhece e provavelmente utiliza o Pix: um meio de pagamento que revolucionou a maneira como o brasileiro faz transferências bancárias no dia a dia. Mas você conhece a história por trás do método no Brasil até chegar ao ponto de ter cassinos que pagam via Pix?

Neste artigo, vamos mostrar toda a cronologia por trás desse sistema de pagamento instantâneo genuinamente brasileiro. Revelaremos como tudo aconteceu e como os cassinos online utilizam esse meio de pagamento para dar mais praticidade aos apostadores. Confira!

A história do Pix

O serviço do Pix foi lançado oficialmente no dia 5 de outubro de 2020, dia em que foi autorizado o cadastramento de chaves, e começou a funcionar plenamente em 16 de novembro do mesmo ano. Mas até funcionar a todo vapor, passaram-se pelo menos 4 anos da concepção da ideia até o lançamento.

O primeiro passo passa a criação do Pix ocorreu no final de 2016, quando servidores do Banco Central do Brasil (BACEN) produziram um relatório acerca dos benefícios de um sistema de pagamento instantâneo. O modelo foi inspirado no Zelle, um sistema de pagamento privado nos Estados Unidos que permite transferências rápidas entre contas bancárias.

A ideia era instituir um sistema de pagamento instantâneo gratuito de capilaridade nacional, como forma de desburocratizar as transações bancárias e trazer mais eficiência e inclusão nos sistemas de pagamentos digitais. As discussões sobre esse novo sistema de pagamento se ampliaram no ano seguinte, culminando na criação do Grupo de Trabalho chamado de Pagamentos Instantâneos, no âmbito do BACEN, em maio de 2018.

Em dezembro do mesmo ano, o órgão publicou um comunicado sobre os requisitos fundamentais para o ecossistema de pagamentos instantâneos brasileiro. O projeto foi revisado em agosto de 2019, quando se definiu, por exemplo, que as chaves dos usuários poderiam se o telefone celular, e-mail e CPF/CNPJ.

Em 19 de fevereiro de 2020, o BACEN instituiu o nome de Pix a esse novo sistema de pagamento instantâneo brasileiro. No mês de abril, foi lançada uma consulta pública para a população dar contribuições ao projeto. Por fim, o sistema começou a funcionar na segunda-feira de 16 de novembro de 2020, e logo no lançamento, já haviam mais de 71 milhões de chaves Pix registradas.

O sucesso do Pix

Cerca de um ano depois, o Pix se consolidou como o principal meio de pagamento digital dos brasileiros. Ainda em janeiro de 2021, as transações por já Pix superaram as transferências por TED, enquanto as operações por Boleto foram ultrapassadas em maio do mesmo. No início de 2022, o Pix movimentou mais dinheiro que as transações por cartão de crédito e débito e se mantém à frente desde então.

Para você ter uma ideia da dimensão do Pix, o BACEN divulgou em novembro de 2022 que haviam mais de 523 milhões de chaves cadastradas – mais que o dobro da população do Brasil. Até o período, haviam sido movimentados mais de R$12,9 trilhões.

Cronologia do PIX

  • Novembro de 2016: o Banco Central do Brasil lança um relatório sobre os benefícios de um sistema de pagamento instantâneo;
  • Maio de 2018: o BACEN institui um grupo de trabalho intitulado Pagamentos Instantâneos;
  • Dezembro de 2018: o BACEN divulga um comunicado acerca dos requisitos fundamentais para o ecossistema de pagamentos instantâneos brasileiro;
  • Agosto de 2019: os requisitos do ecossistema de pagamentos instantâneos brasileiro é revisado;
  • 19 de fevereiro de 2020: a marca Pix é lançada;
  • 1º de abril de 2020: o BACEN lança uma consulta pública sobre o Pix para receber contribuições da sociedade;
  • 5 de outubro de 2020: é autorizado o cadastramento de chaves Pix;
  • 16 de novembro de 2020: o Pix começa a funcionar plenamente;
  • 04 de outubro de 2021: é instituído o limite de transação de R$1.000 para transferências realizadas entre 22h e 06h;
  • 16 de novembro de 2021: é lançado o Mecanismo Especial de Devolução (MED), para auxiliar as vítimas de golpes;
  • 29 de novembro de 2021: são lançadas as modalidades Pix Saque e Pix Troco.

O Pix nos cassinos online

A história do Pix ocorreu praticamente no mesmo período em que casas de apostas online começaram a atuar no Brasil. Os cassinos onlines e sites de apostas esportivas começaram a operar no país a partir de dezembro de 2018, através de uma brecha na Lei n° 13.756/2018, que instituiu as apostas de quotas fixas.

Conforme o Pix foi se popularizando, mais e mais casas de apostas passaram a oferecer esse meio de pagamento. Hoje em dia, a maioria dos sites de apostas oferecem Pix, trazendo muito mais praticidade para os jogadores no dia a dia.

Entretanto, o Pix em sites de apostas não funciona exatamente da mesma maneira que uma transação de Pix tradicional. Isso porque, em geral, os sites de apostas aceitam apenas a chave Pix cadastrada no CPF. Essa medida visa dar mais segurança, coibindo atividades criminosas e apostas por menores de idade.

Além disso, nem sempre os saques por Pix são instantâneos. Após a solicitação do pedido de retirada, as casas de apostas podem demorar alguns minutos, ou às vezes 1 ou 2 dias úteis, para processar a retirada.

O sistema de pagamento Pix é sempre gratuito, mas alguns sites de apostas podem cobrar taxas para processar o pagamento. Entretanto, isso é raro, e em quase todas as situações o usuário não terá nenhum custo para fazer saques. Dessa forma, o Pix está cada vez mais consolidado também nos sites de apostas, sendo o meio mais prático e eficiente na maioria das situações.

Conclusão: o Pix veio para ficar

Poucas ideias no Brasil deram tão certo quanto o Pix. Em pouco mais de 1 ano, o sistema se tornou a preferência dos brasileiros, e não é para menos: os pagamentos demoram menos de 10 segundos, funciona 24 horas por dia, é super prático e aceito em quase todos os lugares.

As casas de apostas que operam no país rapidamente incorporaram essa inovação, oferecendo mais praticidade para os jogadores. Assim, se você gosta de apostar online, aproveite os cassinos online com Pix para ter rapidez e comodidade no seu dia a dia.

Perguntas frequentes

Quando foi criado o PIX?

O PIX foi lançado oficialmente em 16 de novembro de 2020, revolucionando as transações financeiras no Brasil com sua introdução.

Quem criou o PIX?

O PIX foi desenvolvido pelo Banco Central do Brasil (BCB), que é a autoridade monetária do país, evidenciando o compromisso do governo em modernizar o sistema financeiro nacional.

Por que o PIX tem sido tão bem-sucedido no Brasil?

O PIX tem sido bem-sucedido no Brasil devido à sua praticidade, rapidez e disponibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana, atendendo às demandas de uma sociedade cada vez mais conectada digitalmente. Além disso, a sua gratuidade para pessoas físicas contribuiu para a sua ampla adoção, democratizando o acesso aos serviços financeiros.

É um bom método de pagamento para jogar em um cassino online?

O PIX pode ser uma opção conveniente para pagamentos em cassinos online, pois oferece transferências rápidas e eficientes. No entanto, é importante verificar se o cassino em questão aceita esse método e se está em conformidade com as regulamentações locais sobre jogos de azar online. Todos os cassinos listados conosco aceitam PIX.

Com uma paixão por jogos de cassino e um profundo conhecimento do método de pagamento Pix, Daniel Barreto é o nosso especialista de confiança. Sua experiência na indústria de cassinos e sua expertise em Pix garantem que você obtenha informações valiosas para aprimorar sua experiência de jogo e simplificar suas transações financeiras.